Mudanças entre as edições de "Aventuras de Kafka"

De Sexta Poética
Ir para navegação Ir para pesquisar
(esqueci de autenticar)
m
Linha 10: Linha 10:
 
sem denotar a parada.
 
sem denotar a parada.
  
Não havia uma só moça púdica,
+
Não havia uma só moça pudica,
 
uma velha beata,
 
uma velha beata,
 
um rabino barbudo,
 
um rabino barbudo,

Edição das 12h33min de 22 de julho de 2010

<poem> Numa esquina suja de Praga, Kafka, observava: um homem, em frente ao espelho, que mijava.

Escorria por toda a República, escoava na praça, sem denotar a parada.

Não havia uma só moça pudica, uma velha beata, um rabino barbudo, nada o envergonhava.

Mijava em baratas, castelos, papéis e pastas.

Kafka, começou a se preocupar, o mijo não cessava e, o homem, agora, gargalhava.

Correu pela ponte, assim que o mijo atingiu a água do rio, que começou a subir.