Mudanças entre as edições de "Chupa!"

De Sexta Poética
Ir para navegação Ir para pesquisar
(pega-se com a mão, come-se com a boca!)
m
 
Linha 101: Linha 101:
 
;Garçom: Ostras no molho de limão e natas.
 
;Garçom: Ostras no molho de limão e natas.
  
;Mefistófeles: Pode pegar com a mão.
+
;Mefistófeles: Pode pegar com as mãos.
  
 
;Morgana: E o que eu faço?
 
;Morgana: E o que eu faço?

Edição atual tal como às 01h55min de 6 de novembro de 2012

Intervenção teatral em dois atos: o gozo e ejaculação.

O gozo

Valério sentado numa cadeira virado à platéia, fala alto a comandar a audiência.

Valério
Chupa!
Valério
Chupa o meu pau!

Morgana, sentada numa cadeira lateral da terceira fila, levanta-se e sobe no palco. Ajoelha-se diante de Valério, iniciando a felação.

Valério geme.

Mefistófeles entra em cena por trás, agarra Morgana pelos cabelos e atira-a para o chão, interrompendo o ato.

Mefistófeles
Chega Valério! Já chega!
Valério
Mas ela quer, Mefisto!
Morgana
Eu quero!!
Mefistófeles
Você quer, comer?
Morgana
Eu quero!!
Mefistófeles
Há quantos dias você não come?
Morgana
Eu como todo dia, Valério vem me alimentar.
Mefistófeles
Valério?! Te traz um prato de arroz, feijão?
Morgana
Me dá o leite.

Aponta a virilha de Valério.

Valério
Pois eu venho alimentá-la!
Mefistófeles
De porra?
Valério
É, ela quer!
Morgana
Eu quero... tenho fome!
Valério
É proteico. Vitaminado. De origem animal. Veja como ela é saudável, olha o volume!

Aponta para as tetas de Morgana.

Mefistófeles
Você já comeu arroz? Você já comeu feijão? Na vida?
Morgana
Não, comi não. Só o leite. Faz bem. Era o que minha mãe comia.
Mefistófeles
Pois quando eu conheci sua mãe, ela comia arroz com feijão!
Valério
Isso foi antes da dieta, Mefisto...
Mefistófeles
E também sei que a mãe dela não gostava de ti.
Valério
Pois passou a gostar, quando precisou comer.
Mefistófeles
De onde surgiu essa precisão?
Valério
Ela perdeu o emprego.
Mefistófeles
E trabalhava para ti?
Valério
Não, não. Para o Toninho.
Mefistófeles
Toninho que é teu amigo?
Valério
Era. A gente nem sempre se entende.
Mefistófeles
Ah, pois eu acho que vocês se entendiam muito bem.

Morgana levanta-se, interrompe a atenção de ambos, dirige-se à platéia.

Morgana
Eu não estou entendendo nada!

Ejaculação

Sentados na mesa de um restaurante francês, em lados opostos, Mefistófeles e Morgana se entreolham.

Morgana
Por que você me trouxe aqui?
Mefistófeles
Você não sabe?
Morgana
Não tenho ideia.
Mefistófeles
Pois vai comer.

Morgana dirige o olhar, através da mesa, para onde estaria a virilha de Mefistófeles, perplexa por ver a mesa como um impecílio.

Morgana
Quer eu eu vá por baixo da mesa?
Mefistófeles
Não será necessário.

Chega o garçom, com uma tigela de ostras.

Morgana
O que é isso?
Garçom
Ostras no molho de limão e natas.
Mefistófeles
Pode pegar com as mãos.
Morgana
E o que eu faço?
Mefistófeles
Chupa!