Mudanças entre as edições de "Rascunho"

De Sexta Poética
Ir para navegação Ir para pesquisar
m
 
(Uma revisão intermediária pelo mesmo usuário não está sendo mostrada)
Linha 1: Linha 1:
 
{{Comentário}}
 
{{Comentário}}
 
+
<poem>
 
Com certa pressa de viver aquele momento
 
Com certa pressa de viver aquele momento
 
 
Com algum desespero temor de que a oportunidade fugisse
 
Com algum desespero temor de que a oportunidade fugisse
 
 
Com a adolescência de volta, com a sede de saber
 
Com a adolescência de volta, com a sede de saber
 
 
Confusão da obrigação de buscar filha na escola
 
Confusão da obrigação de buscar filha na escola
 
 
com prateleiras cheias de livros e conhecimento...
 
com prateleiras cheias de livros e conhecimento...
  
 
+
E aquele beijo com gosto de proibido
 
 
Aquele beijo com gosto de proibido
 
 
 
 
o vocabulário molhado, idioma impreciso feito de avanços e recuos,
 
o vocabulário molhado, idioma impreciso feito de avanços e recuos,
 
 
mensagens cifradas na rigidez dos lábios,
 
mensagens cifradas na rigidez dos lábios,
 
 
óculos escuros bloqueando o olhar
 
óculos escuros bloqueando o olhar
 
+
a resposta negada, comunhão interrompida...
a resposta negada, a comunicação interrompida...
 
 
 
  
 
Calma rapaz, é a poesia que ainda não se deu ao poeta
 
Calma rapaz, é a poesia que ainda não se deu ao poeta
 
 
palavras gravitando o cerne,
 
palavras gravitando o cerne,
 
 
água circundando a ilha,
 
água circundando a ilha,
 
 
apenas o rascunho de um poema
 
apenas o rascunho de um poema
 
  
 
{{Comentário}}[[Categoria:Nevinho]]
 
{{Comentário}}[[Categoria:Nevinho]]

Edição atual tal como às 06h07min de 2 de outubro de 2010

<poem> Com certa pressa de viver aquele momento Com algum desespero temor de que a oportunidade fugisse Com a adolescência de volta, com a sede de saber Confusão da obrigação de buscar filha na escola com prateleiras cheias de livros e conhecimento...

E aquele beijo com gosto de proibido o vocabulário molhado, idioma impreciso feito de avanços e recuos, mensagens cifradas na rigidez dos lábios, óculos escuros bloqueando o olhar a resposta negada, comunhão interrompida...

Calma rapaz, é a poesia que ainda não se deu ao poeta palavras gravitando o cerne, água circundando a ilha, apenas o rascunho de um poema