Mudanças entre as edições de "Usuário Discussão:Solstag"

De Sexta Poética
Ir para navegação Ir para pesquisar
(→‎Gracias: nova seção)
Linha 187: Linha 187:
 
--[[usuário:Nevinho|Nevinho]]<small> <sup>[[usuário discussão:Nevinho|Mande-me uma mensagem]]</sup></small> 20h07min de 11 de janeiro de 2012 (UTC)
 
--[[usuário:Nevinho|Nevinho]]<small> <sup>[[usuário discussão:Nevinho|Mande-me uma mensagem]]</sup></small> 20h07min de 11 de janeiro de 2012 (UTC)
 
:: o título (assunto) da mensagem poderia ser "Complete o poema!" com o link para a página e a Categiria:Poemas incompletos. Abs, --[[usuário:Nevinho|Nevinho]]<small> <sup>[[usuário discussão:Nevinho|Mande-me uma mensagem]]</sup></small> 20h28min de 13 de janeiro de 2012 (UTC)
 
:: o título (assunto) da mensagem poderia ser "Complete o poema!" com o link para a página e a Categiria:Poemas incompletos. Abs, --[[usuário:Nevinho|Nevinho]]<small> <sup>[[usuário discussão:Nevinho|Mande-me uma mensagem]]</sup></small> 20h28min de 13 de janeiro de 2012 (UTC)
 +
 +
== Gracias ==
 +
 +
Gracias por recordarme esta hermosa wiki. Saludos desde Venezuela, tierra de gracia, [[Usuário:Laura Fiorucci|Laura Fiorucci]] 04h02min de 5 de abril de 2012 (BRT)

Edição das 04h02min de 5 de abril de 2012

Olá, Solstag, bem-vindo(a) e bons momentos pra você no Sexta Poética.
Este é o Site Sexta Poética, lugar de diversão com crescimento, desenvolvimento com satisfação. É um lugar onde você pode ler textos de outras pessoas e também escrever seus próprios textos para que outras pessoas leiam
Página pessoal
Antes de começar a utilizar o ambiente, que tal criar sua página de usuário, escrevendo um pouco sobre você mesmo, se dando a conhecer, etc?
Políticas de autoria
Conheça políticas de copyright do Sexta Poética.
Introdução geral
Para ter uma visão geral do site navegue pela Ajuda:Conteúdos
Escrevendo
No Ambiente Sexta poética você lê o que outras pessoas escrevem e escreve para que outras pessoas leiam
Veja algumas dicas
Privacidade
Leia as políticas de privacidade do Site
Aviso geral
Pequeno texto de aviso
Esta é a sua Página de discussão, na qual pode receber mensagens de outros usuários. Para deixar uma mensagem a um outro usuário deve escrever na página de discussão dele. No fim da mensagem assine com quatro tiles: ~~~~

falsa flor

Desista, caro. Somos predestinados a carregar essa tocha da liberdade espiritual. O ritual mecânico só aumenta nossa alma, que ocupa toda a linha de montagem da vida. A demência humana cessa com o nosso trabalho que mistura conhecimento e percepção. Leia isso.

Nevinho Mande-me uma mensagem 10h53min de 22 de Abril de 2009 (UTC)

quiz postar no blog, mas dez email é muito... era pra dizer que quem me dera tranças para me enforcar e que o cizal do desejo frustrado äs vezes arranha meu pescoço Nevinho Mande-me uma mensagem 11h05min de 22 de Abril de 2009 (UTC)
dez email? rs... obrigado pelas impressões nevinho, agora sobre as flores, minha vez, leia isto =) --Solstag 04h12min de 24 de Abril de 2009 (UTC)

impressão

Solstag, estou achando "Deixe seu comentário" muito Wpédia. Pensei em mudar o texto da predefinição {{Comentário}} para "Deixe suas impressões", aproveitando seu título na discussão da PP. O que acha? Agradeço a colaboração. Abraço, Nevinho Mande-me uma mensagem 01h56min de 24 de Abril de 2009 (UTC)

Legal, acho que fica melhor impressões sim! Aliás que tal "compartilhe suas impressões". Abs! --Solstag 04h05min de 24 de Abril de 2009 (UTC)

Falamos por elas, Cartola

http://www.sextapoetica.com.br/wiki/index.php?title=Falsa_flor Nevinho Mande-me uma mensagem 11h15min de 24 de Abril de 2009 (UTC)

mensagem a todos usuários

Caro Solstag, será que podes me ajudar nessa idéia de editar uma mensagem nas páginas de discussão de todos os usuários cadastrados? Obrigado pela atenção.

Abç, Nevinho Mande-me uma mensagem 20h43min de 6 de Maio de 2009 (UTC)

Por que as rosas morrem mesmo quando regadas com todo o cuidado?

Lembrei da Cruz da estrada, de Castro Alves. Meu pai adora o poema que termina dizendo:

"Caminheiro! do escravo desgraçado

O sono agora mesmo começou!

Não lhe toques no leito de noivado,

Há pouco a liberdade o desposou."

Há um poema pedindo pra nascer
Fale de rosas ou de sepulturas
Sair de dentro da gente e mostrar
que a liberdade é uma coisa viva

Grande abraço, Nevinho Mande-me uma mensagem 12h17min de 11 de Maio de 2009 (UTC)

admin

Ale, mudei seu status para administrador no sexta poética. Desculpa não consultá-lo antes. Se não aceitar, é só me dizer. Peço que colabore na construção de uma política de nomeação. Pensei em algo como "ter um poema publicado" ou coisas assim.

Grande abraço, Nevinho Mande-me uma mensagem 02h11min de 17 de Maio de 2009 (UTC)

Poema da semana

Leia o poema da semana

Nevinho Mande-me uma mensagem 22h32min de 28 de Maio de 2009 (UTC)

Comentário

A página Discussão:Não sei porque foi alterada. {+}NCA

Nevinho Mande-me uma mensagem 09h29min de 1 de Junho de 2009 (UTC)

fridays poetic basket

Ni!

Agradeço as observações em Discussão:304 Sul.

O que achou da adotarmos essa tradução para o nosso sexta poética?

O que achou da proposta de nove semanas e meia, ops, "Sistema 15/9" para o Poema da Semana?

Nevinho Mande-me uma mensagem 14h39min de 22 de Junho de 2009 (UTC)

Poema da semana

Solstag, favor indicar três poemas em Sexta Poética:Poema da semana. Grato, Nevinho Mande-me uma mensagem 21h40min de 29 de Junho de 2009 (UTC)

Ni!

gostei de conhecer você, big hug. Nevinho Mande-me uma mensagem 09h43min de 1 de Setembro de 2009 (UTC)

Valeu!!

ficou melhor com os textos fora do box (da folha de papel), é o que eu queria ter feito. Seria melhor ainda se a folha ocupasse metade da tela e na outra metade outro box com botões para as opções "Vá ao Bistrô", "Publique seu texto", "Veja os cadastrados", "Cadastre-se", "Pague um cafezinho" (Para donations!!), etc etc

Nevinho Mande-me uma mensagem 18h48min de 23 de Setembro de 2009 (UTC)

Acho que com um box ao lado do outro fica muito poluído. Poemas a princípio pedem um espaço para a leitura, não é? :) Abs, Solstag 19h17min de 23 de Setembro de 2009 (UTC)

Apresentação

Olá, Solstag... Sou Zaida, brinquei com você no bistrô, mas acho que fui infeliz. Gostaria de me apresentar como uma admiradora e aprendiz do trabalho de vocês. Aprendi a gostar muito desse cantinho e gostaria de poder contar com sua ajuda, no sentido de criticas e sugestões. Nevinho, me fala muito de você e sendo administrador, creio que devesse me apresentar melhor. Caso eu faça alguma besteira por aqui, pode mandar um puxão de orelha. Um abraço. Grata. --Zaida Mande-me uma mensagem 01h47min de 28 de Setembro de 2009 (UTC)

Felizmente o sol...

Que bom Solstag que não ficou chateado com a brincadeira. Felizmente apareceu iluminando-nos a todos. Seus poemas são fortes, assim como o astro-rei... Muita energia. Um abraço. --Zaida Mande-me uma mensagem 20h29min de 9 de Outubro de 2009 (UTC)

onde fui parar?

Rsss. big hug, buddy Nevinho Mande-me uma mensagem 21h32min de 11 de Dezembro de 2009 (UTC)

Hahahaha bacana e interessante, borboletas/mariposas são um tema recorrente em outros textos meus... :D Ni! --Solstag 20h13min de 14 de Dezembro de 2009 (UTC)

Predefinição de boas vindas

Alê, temos predefinição {{Bv}} para boas vindas. Abraço, Nevinho Mande-me uma mensagem 19h48min de 16 de Dezembro de 2009 (UTC)

Re-Amar é

rsrsr.... qual o problema com as mulheres?? rsr.. Bem, como sou minoria por aqui vou ficar bem quietinha, sei que está ocupado e não quero que cometas um assassinato nas fronteiras da delusão, quem sabe consigo virar "garota de vidro"... Ou, pelo menos, quase! Bem, tudo brincadeirinha com vc! Olha, fico lisonjeada por me pedires para dar uma olhadela eu seu poema, farei com o maior carinho, pois esse título "Amar é" já esteve na minha cabeça por várias vezes, mas nunca consegui escrever nada. Sempre me lembrava de uns livrinhos que tinham antigamente, na minha adolescência cujo o título era exatamente esse e o conteúdo eram aquelas frases que fazem os adolescentes sonharem com "um amor"... Na primeira lida, já gostei! Mas, quero lê-lo com mais calma e em outro lugar... Talvez, hoje, ainda! Beijo grande. Ah, e adorei o "Quase"--Zaida Mande-me uma mensagem 13h48min de 8 de fevereiro de 2010 (UTC)!


Minha releitura de: Amar é...

Boa noite, amigo poeta! Hoje, finalmente, consegui um espaço para fazer uma releitura de seu poema. Como disse, a primeira leitura me agradou pelo contexto, mas fiquei um pouco confusa quanto alguns versos e estrofes. Se bem que cosidero a poesia como uma arte abstrata e é comum interpretarmos poemas de maneiras diversas. Olha, não sabia bem o que vc pretendia com o pedido feito a mim, então resolvi escrever uma versão do que entendi e senti, utilizando expressões mais "poéticas!?" (não sei!). Sei que se tivesse sido escrito pra mim, gostaria de tê-lo entendido assim. rsrs... E aí, somos complicadas mesmo??? Espero que não te incomodes com meu atrevimento e interposição, mas se me deu abertura para te dar um feed-back, usei! Assim como já fiz com o Nevinho e deixo a porta aberta para quando vocês quiserem fazer o mesmo comigo. Assim, crescemos e melhoramos cada vez mais. Transcrevo abaixo: Depois se quiser pode deletar isto tudo aqui, fica bem à vontade, certo?. Beijos.--Zaida Mande-me uma mensagem 23h28min de 10 de fevereiro de 2010 (UTC)

Amar é...
a extinção da solidão
o encontro de dois silêncios
a composição de uma ária
modelada nos atos de encontrar-se,
de conflitar-se e fundir-se e
afinar a orquestra até poder
bailar em todas as expressões da vida
é entoar pequenas notas,
do cuidar das unhas e do sono
dos trabalhos corriqueiros e do ganha-pão
do nutrir, das emoções
e dos toques partilhados visceralmente
até o mergulho convoluto na serenidade

Sinto falta de um amor assim,
quisera tê-lo vivivo
mas, além do meu próprio silêncio
encontrei o outro silêncio no mundo
e só, somente só esse silêncio foi o que pude amar
posto que menor parece o amor, quanto maior o objeto amado,
será mais fácil amar o mundo inteiro do que amar alguém?

saí caminhando em busca de respostas...
plantei uma árvore da vida para alentar o sonhador
com os pés sobre a terra, no palco longínquo estiveram comigo o rebanho e a bailarina
somei eu, o rebanho e a bailarinha
que deu um ao quadrado
que dá um e "nem um" ficou
para acompanhar o que a força do vento e do pensamento têm em comum

Depois encontrei o sentido da vida no lugar onde o vento e o pensamento comungam
busquei a memória do tempo no esquecimento
naveguei num mar proibido
dancei com o grande palhaço do circo-navegador
voei solitário no espaço orbitando estrelas que cintilavam e bailavam para mim

Esse palhaço ia, dizendo às estrelas que tocava
Aquele que te ama
Não exige o seu amor
Aquele que te ama
Te quer mais livre que a ele próprio
Aquele que te ama
Apenas anseia
Que sinta o compasso de seu coração
E se bem sentires
Que na liberdade
Se enlace a ele
~~
O que se deu por ausente sem antes ter estado presente
Não se explica num poema
Que esperavas das palavras de um sonhador?

Formatação

Gratíssima, Solstag pela formatação de minha página: Categoria Zaida. Ficou muito melhor!... Tenho muito que aprender. A propósito, já deve existir uma página (multirão) que ensina comandos básicos, médios e avançadas para edição de páginas wiki. Cheguei a comprar um livro de php, mas parece que wiki tem seu próprio código. Estou certa? Bem, se já existir essa página (multirão... não sei!!) que ensina sobre a codificação da linguagem me avise, se não existir, que tal a sugestão para criá-la? Seria excelente disseminação de conhecimento. Sou da área de sistema, mas do tempo do Cobol, (Adabas-Natural) e esytrieve ..rsrs.. conhece? Quando puder me posicione. Creio ter muito a contribuir em várias áreas, mas a codificação está emperrando. bj --Zaida Mande-me uma mensagem 13h32min de 8 de Abril de 2010 (UTC)

A propósito, criei http://br.wikimedia.org/wiki/Portal:Poetas para iniciarmos algo assim. Hugs, Nevinho Mande-me uma mensagem 19h01min de 8 de Abril de 2010 (UTC)

Edital de convocação

tempo e contaminação

Alê, depois da virada para 2012 comecei a me sentir passado dos 50. E "essa coisa" ainda não me largou. Noite e dia penso poemas, a maior parte deles desaparecem, para o bem de muitos. Mas estive pensando em te perguntar se conhece uma maneira facilitada de inocular nas pessoas esse vírus, que, pesando prós e contras, é bom para o indivíduo e a humanidade. Forte abraço

--Nevinho Mande-me uma mensagem 20h07min de 11 de janeiro de 2012 (UTC)

o título (assunto) da mensagem poderia ser "Complete o poema!" com o link para a página e a Categiria:Poemas incompletos. Abs, --Nevinho Mande-me uma mensagem 20h28min de 13 de janeiro de 2012 (UTC)

Gracias

Gracias por recordarme esta hermosa wiki. Saludos desde Venezuela, tierra de gracia, Laura Fiorucci 04h02min de 5 de abril de 2012 (BRT)