ETNIA

De Sexta Poética
Ir para navegação Ir para pesquisar

<poem>


Um português, um francês, um holandês ou inglês Um tupi, um guarani um africano angolano quem sabe mocambicano ou argelino Um congolês Depois um japonês, italiano, espanhol algum judeu, talvez algum mongol Tudo no liquidificador de gozo e gerações de sangrias e paixões, de alforrias e grilhões de muitos pecados e mais perdões de planícies, planaltos e sertões aqui estamos nós. Aqui estamos nós: mil orixás, mil afoxés mil rituais, mil carnavais pouca certeza e muita fé. Raízes rasas, memórias curtas corações sem pátria corações em cor aqui estamos nós. Aqui estamos nós pardo-azulados, brancos acastanhados mulatos embranquiçados tipo sem tipo raça sem raça digo que sou brasileiro e acabo achando graça.