Oração do poeta

De Sexta Poética
Ir para navegação Ir para pesquisar


Senhor, dai-nos tempo, força e coragem
para tão incansável escansão
Senhor, dai-nos o dom dos decassílabos
Permita-nos também versos alexandrinos
Quando não couber num só verso a intenção
ensina-nos fazer enjambement
E quando houver dissonância, perdoa-nos
Cesura sem censura, deixa-nos fazer
Senhor não nos condene a anagramas
Livra-nos de quaisquer ambiguidades

Nunca a arte pela arte (estética pura
sem que se faça útil). Como um poema
que ensina, que educa, diz sim, diz não
lembra-nos, Senhor, sempre que a poesia
bem antes de ser letra no papel
é um propósito na mente do poeta